Documentos para alugar imóvel


DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA LOCATÁRIOS e FIADORES:


Pessoa Física:
* Cópia do documento de identidade (frente e verso)
* Cópia dos 3 (três) últimos comprovantes de renda; holerite, extrato bancário.
* Declaração de Imposto de Renda completa e o Recibo de entrega.
* Cópia do comprovante de domicílio; conta luz, água, telefone, internet, cartão de crédito.
* Comprovante de estado civil: Certidão de Nascimento Casamento.
* Se casado (a), documentação do cônjuge.

Se o Locatário for pessoa Jurídica:
* Documentos de identificação dos representantes legais da companhia;
* CNPJ;
* Inscrição Estadual ou Municipal;
* Contrato social com quaisquer alterações;
* Balanço patrimonial dos últimos dois exercícios;
* Balancete mais recente;
* Caso o contrato social não conceda poderes aos representantes legais, será necessário também uma procuração.

* Proceder ao pagamento de prêmio de seguro complementar contra fogo que obrigatoriamente deverá incidir em benefício do imóvel locado (Art. 22, VIII da lei 8.245/91 - Lei do inquilinato).

 

Além dos documentos listados acima, observar os seguintes requisitos específicos

Funcionário Público:
* Termo de posse (Nomeação) ou Publicação no diário oficial

Cargo Público Comissionado:
* Cópia da CTPS, comprovando vínculo, com últimas alterações salariais


Empregado com carteira assinada CLT:
* Cópia da CTPS, comprovando vínculo, com últimas alterações salariais

Se for aposentado do INSS:
* Extrato de Pagamento de Benefício
www.inss.gov.br/servicos-do-inss/extrato-de-pagamento-de-beneficio/


Empresários:
* PRO-LABORE dos 3(três) últimos meses, elaborada por contador com etiqueta fornecida pelo Conselho Regional de Contabilidade

Profissionais liberais:
* Cópia da carteira profissional onde conste data de matrícula no órgão de classe.
* Decore (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos) assinada pelo contador com o número do CRC (Conselho Regional de Contabilidade)

Fiadores:
Requisitos exigidos para fiança.
* Estar livre e desimpedido de qualquer restrição comercial, judicial ou extra judicial
* Os imóveis pertencentes aos fiadores e apresentado junto a administradora deverão estar registrados dentro do município ou região metropolitana do imóvel objeto do contrato.
* Estudamos sem compromisso imóveis fora do município ou região metropolitana do imóvel objeto do contrato.
* O fiador deverá possuir em seu nome no mínimo um imóvel.
* Não será aceito fiadores que já estiverem afiançando outro imóvel, caso o fiador tiver dado fiança em outro imóvel, deverá trazer da imobiliária ou administradora carta de anuência e encerramento do contrato, declarando que o mesmo não mais tem qualquer compromisso com o contrato anterior.
* O fiador deve apresentar cópia da matricula dos imóveis, atualizada (matricula com ônus), esta emitida pelo Registro de Imóveis. Não será aceito cópia de escritura, contrato de compra e venda, partilha não registrada e carta de adjudicação não registrada
* Cópia do último IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) do imóvel, contendo SEQUENCIAL e INSCRIÇÃO imobiliária.


Locador:
* Comprovante de propriedade do imóvel;
* Cópia do documento de identidade (frente e verso)
* Cópia do comprovante de domicílio; conta luz, água, telefone, internet, cartão de crédito.
* Comprovante de estado civil: Certidão de Nascimento Casamento.
* Se casado (a), documentação do cônjuge.

Se o Locador for pessoa Jurídica:
* Documentos de identificação dos representantes legais da companhia;
* CNPJ;
* Inscrição Estadual ou Municipal;
* Contrato social com quaisquer alterações;
* Caso o contrato social não conceda poderes aos representantes legais, será necessário também uma procuração.

A locação só estará válida após a entrega do contrato devidamente assinado por inquilino e fiador, com firmas reconhecidas em cartório. Com isso, as chaves do imóvel serão entregues, e o aluguel passa a vigorar.

 

Do imóvel:

* Cópia da conta de Luz;
* Cópia da conta de água;
* Cópia da taxa de condomínio mais recente;
* Cópia do IPTU contendo as seguintes informações:
   a) Sequencial;
   b) Inscrição imobiliária;
   c) Valor do pagamento a vista do IPTU mais recente;
   d) Valor do pagamento parcelado do IPTU mais recente, e quantidade de parcelas.
Observação: as informações detalhadas do IPTU são importantes pois em nossos contratos constam cláusulas prevendo reajustes sempre que houver majoração da taxa de condomínio, e na sua exata proporção e IPTU.